21.2.12

Quiche da Débora

Eu gosto de receita com nome de gente. Originalmente, esta quiche era da sogra da amiga da Débora, mas para mim será sempre a quiche da Débora. Estávamos na Praia do Arpoador, em um dia ensolarado de janeiro. Apesar de não nos vermos há mais de um ano, a gente não perdeu tempo com atualizações frias sobre a vida. Começamos a conversar sobre coisas prosaicas e eu reclamei que estava cansada das minhas comidas de sempre. Nesse momento, minha amiga me presenteou com esta receita. Além de deliciosa, esta quiche me lembra de amizade para vida inteira, que existe independentemente de convivência diária e de contexto. A amizade existe porque existe, e está presente nas grandes e pequenas coisas.

A receita é fácil de fazer e é versátil. Pode ser servida como entrada, como acompanhamento e, em alguns casos, como prato principal acompanhada de salada em uma refeição leve. Além de tudo isso, a quiche provoca reações nas pessoas, que ficam maravilhadas com um prato da tradicional culinária francesa. E acham que você é chique  e fina. Eu sei que esta não é uma quiche tradicional, pois leva farinha integral, aveia e azeite. Mas eu prometo que você fará bonito! 

Vamos lá!
Para massa
♥ 1 xícara de aveia
♥ 1 xícara de farinha integral ou farinha branca (ao gosto do freguês)
♥ ½ xícara de azeite
sal
♥ ¼ xícara de água

Ingredientes da massa
Misture bem os ingredientes, e depois embrulhe a massa em papel firme e coloque na geladeira por uns 30 minutos. Após, abra a massa com auxílio do rolo e coloque em um forma com bordas baixas.

Para o recheio
250g de ricota
♥ 1 xícara de leite
♥ 1 latinha (240 g de peso seco) de alcachofra ou de tomate seco (a receita original coloca alho poró, mas eu gosto de sabor forte)
♥ ½ cebola
♥ ½ xícara de queijo parmesão
♥ 2 ovos
♥ ervas (o que tiver em casa, eu gosto de colocar tomilho)
♥ pimenta do reino
♥ azeite e sal.

Ingredientes do recheio
Bata no liquidificador a ricota com leite e um pouco de sal. Refogue a cebola no azeite e depois coloque a alcachofra ou o tomate seco. Depois misture o molho de ricota, corrija o sal e coloque os tempero. Bata as clara em neve e depois acrescente as gemas. Por último, misture os ovos batidos com o recheio. Coloque o recheio em cima da massa e polvilhe com queijo parmesão. Forno pré-aquecido a 180 graus por volta de 45 minutos ou até a casquinha ficar dourada.

Quiche da Débora
Como está escrito no papel, onde minha amiga anotou a receita: hum hum hum, delícia!!!!


Ps: este post participa da blogagem coletiva de receitas do Larissa todo dia.

6 comentários:

Sra. N disse...

Adoro receitas com nome de gente, caderno de casa é assim tb!

Testarei essa receita.

Bjs

Assim ou assado disse...

Já fiz tanta vezes esta quiche que marido já está enjoado. Sou assim, as vezes, ficou grudada em uma receita : )
Se fizer, me conte o que achou.
um beijo,

Vânia disse...

A receita parece ser uma delícia!

E o encanto dos paninhos bordados e das margaridinhas, deram um toque campestre e agradável de se ver,ler e sentir.

Ainda não estou liberada prá comer esses ingredientes, mas assim que estiver, sem dúvida, farei!

Bjk!

Daniela de Paula disse...

Oi querida,
a Débora é a nossa Débora que também morava no 309. Eu quero, de novo, sua receita do bolo de banana para colocar aqui.
beijos, com carinho

Larissa Banister disse...

Uau, essa é mesmo uma receita de amiga. Lindo quiche! Toda vez que vejo um quiche acho que eles têm cara que são dificeis de fazer, mas sua receita me motivou, qualquer dia vou tentar lá em casa. Obrigada por participar da blogagem coletiva, a próxima será dia 06/06 e o tema será "Receitas para prender o amor pela barriga" em comemoração ao dia dos namorados. Pode ser uma receita que seu amor adora, ou aquela em que vc é expert e impressionaria até o Robert Pattinson (amo o vampiro Edward) kkkkk Não vai ser divertido? Beijos

Débora Almeida disse...

Hoje estava me lamentando porque não me lembrava mais dessa receita... ficou no caderno que está no Acre. Lembrei do seu caderno de receitas, que é um verdadeiro serviço de utilidade pública! Pronto, a Débora veio re-lembrar a receita do "quiche da Débora". Bjs no coração