11.4.12

Revolução fotográfica

Eu e marido tínhamos (grifo meu) uma briga clássica por causa da qualidade das minhas fotos. Vou falar baixinho para ela não escutar. A cabeça eu não cortava, mas os pés sim. O enquadramento era lamentável. E algumas fotos eram contra o sol. Eu merecia toda a crítica. Explicações várias, a mais óbvia é que todo mundo tem dentro de si um ser implicante e infantil. O meu se expressava pelas fotos.

Junto do blog nasceu o desejo de cuidar das fotos e, instantaneamente, melhorei o enquadramento e passei a me preocupar com a luz. Depois, foi um passo para querer comprar uma máquina fotográfica nova. Passei os dois últimos meses economizando meu rico dinheirinho para comprar uma máquina master-plus- lindona-semi-profissional. A bichinha chegou e eu estou igual criança com brinquedo novo. Feliz. Tenho que estudar. Vou iniciar um curso básico no próximo mês. Já me peguei passeando por sites e blogs de fotografia. Um mundo novo se abriu. Eu não sei aonde isso vai dar, mas estou adorando o caminho.   

Espero que essa seja a última foto da minha velha e querida máquina fotográfica.  E pensar que esse espaço despretensioso já me trouxe tantas coisas bacanas: mais consciência do uso do dinheiro. Foco nas pequenas coisas que aquecem meu coração. Superação da fotógrafa implicante. Como diz minha comadre: escrever, salva!

3 comentários:

Anônimo disse...

Nós também estamos namorando uma máquina profissional...uma hora sai. Parabéns pela aquisicäo.Bjs Angela

Daniela de Paula disse...

Sempre chega!!!! E é uma ótima diversão... beijos, amiga

Ana Paula Jerônimo disse...

Dani que bacana!!! O meu marido também critica muito as minhas fotos, e pra falar a verdade eu nem ligo. Mas essa história de fotografar para o blog também me ansiou a vontade de melhorar e ter uma super máquina, fazer cursos e afins...

Tô nessa também de economizar pra poder ter a minha toda lindona assim como a sua. Pode deixar que eu assim que eu tiver eu te conto qual foi a minha sensação.

Bjuuuu!!!